Assimetria de percepções

Agrotools e seu approach diferenciado

O tema gestão de riscos, muito presente no dia-a-dia de trabalho das empresas, especialmente do mercado financeiro, como bancos, seguradoras, resseguradoras, é um tema fascinante e, dependendo do setor, extremamente complexo. Setores muito dependentes de variáveis com risco sistêmico tornam essa atividade ainda mais difícil. Como é eminentemente o caso do agronegócio.

Imagine um trader de ações que, ao utilizar de métodos analíticos aos fundamentais, de ferramentas a softwares, de notícias ao big data, da exposição a mitigadores, mesmo assim, muitas vezes não consegue acabar totalmente com o risco de sua operação, ou seja, não consegue reduzir na totalidade a assimetria de percepção entre o que as variáveis realmente o dizem versus o que ele está enxergando. Agora, imagine um trader que, com pouquíssimas ferramentas, com falta de dados, em uma atividade que é totalmente influenciada pelo risco quase que imponderável e que lida com tomadas de decisão simultâneas. O que você diria para essa pessoa? Pois é, esse trader de perfil agressivo, é o nosso produtor rural.

Se mesmo com toda essa falta de mitigadores de risco, tecnologia, seguro, previsão climática adequada, ele consegue estar no topo da lista dos que mais contribuem para o crescimento do PIB brasileiro, imagine municiá-lo com tecnologia de ponta. Imagine o produtor trader conseguindo acessar tecnologia através das instituições em que se relaciona como bancos, seguradoras, indústria de insumos…ele com certeza sairia do papel de trader agressivo com alta volatilidade para um investidor sofisticado que acredita na rentabilidade a longo prazo. Um Warren Buffet do mundo rural, nesse caso, mais de alguns milhões desse tipo, só no Brasil, 5 milhões deles.

No final das contas, o problema é somente uma questão de assimetria de percepções. O remédio para isso é permitir que o trader tenha acesso a tecnologia.

Exemplo disso são empresas que têm atuado no agronegócio digital, utilizando dados, tecnologia e conhecimento para a redução da assimetria entre empresas e o produtor rural. Um case de sucesso é a Agrotools, empresa brasileira que lidera o agronegócio digital por mais de 10 anos, com cases notórios de transformação digital de empresas como Rabobank, JBS, McDonald’s, ADM, entre outras gigantes do agro.

Com um approach diferenciado, a Agrotools conseguiu o que poucas empresas do mundo fizeram: entregar o que realmente importa, focar naquilo que é efetivamente importante. Reduzir a assimetria de percepções entre o território rural e o mundo corporativo. Porque, no final das contas…você já sabe o resto.

Mais para explorar

Inovamos mais uma vez!

Uma nova Agrotools. A inovação é natural do nosso mindset e se reflete em nossos produtos, cases de sucesso, metodologias, colaboradores e