Caso de Sucesso, Agrotools e o mercado financeiro

Instituições financeiras que fornecem crédito a produtores rurais precisam aumentar sua eficiência e reduzir seus fatores de risco.

A Agrotools é uma empresa brasileira com 12 anos de história e crescimento exponencial ao longo de sua trajetória. Hoje, exporta tecnologia brasileira para os gigantes do agronegócio global e contribui liderando o desenvolvimento do setor no ambiente da transformação digital. Além de possuir tecnologia própria, a empresa é referência em dados, com uma das maiores bases do mundo. Cerca de 70 colaboradores, nos escritórios de São Paulo e São José dos Campos, tornam a Agrotools uma empresa comprometida com o sucesso de seus clientes em praticamente todos os principais setores do ecossistema agro: bancos, seguradoras, resseguradoras, indústrias, tradings, insumos, varejo e grandes marcas. As soluções digitais da empresa são elencadas em três pilares: tecnologia, dados e profundo conhecimento – diferenciais que permitem escalonar as ferramentas tecnológicas ao longo de uma cadeia de valor, no sentido de melhorar a percepção sobre um determinado ramo do agronegócio, reduzindo riscos mas também aumentando a eficiência do setor, especialmente em verticais  que a gestão de riscos é fundamental, como no mercado de crédito e seguro. Com conhecimento profundo sobre o setor agrícola, a Agrotools é a maior Agtech da América Latina, com cobertura ampla do território nacional e internacional. São essas as características que contribuíram para inúmeros casos de sucesso da Agrotools, inclusive no mercado das instituições financeiras, com bancos renovados como Rabobank, ItaúBBA, Banco ABC, Original, Santander, entre outros.

Instituições financeiras que fornecem crédito a produtores rurais precisam aumentar sua eficiência e reduzir seus fatores de risco. Para isso, a Agrotools vem desenhando projetos inovadores para este tipo de cliente, com soluções que contemplam a implantação de uma série de ferramentas tecnológicas, metodologias proprietárias, utilização de diferentes dados e integrações em todo o processo de concessão de crédito – desde o cadastramento de um novo cliente de forma geográfica e digital, passando pela identificação de riscos, até o acompanhamento do serviço, automatização dos processos e monitoramento garantias. Por meio da transformação digital, os bancos conseguem ter ampla inteligência sobre sua atuação no agronegócio, automatização de suas operações e maior eficácia no uso de dados para redução da assimetria de percepções de seus riscos.  O agronegócio é um setor com muitas variáveis e a aplicação de soluções digitais permite controlar melhor os riscos e explorar as oportunidades. Assim, as instituições financeiras parceiras da Agrotools estão obtendo redução de riscos na concessão de crédito e ampliação dos negócios com produtores rurais. Além disso, registram ganho operacional no projeto com a Agrotools, já que houve uma transformação na área de oferta de crédito, com a automatização de diversos processos ao longo da “esteira de crédito”.

Assim como instituições financeiras, o setor de seguradoras e resseguradoras também trabalham com riscos. O atual cenário no Brasil apresenta uma escassez de dados e informações confiáveis relacionadas ao território rural e suas inúmeras variáveis, como: clima, localização, solo, entre outros. Assim, há um alto risco gerado para as seguradoras, resultando no alto custo deste serviço para produtores rurais. Por estas razões, somente 15% do território brasileiro está vinculado ao seguro rural, frente a mais de 85% do território dos Estados Unidos. Para alcançar este patamar, a tecnologia é a maior aliada do setor, através da transformação digital, que é capaz de dar mais clareza na compreensão dos verdadeiros riscos que existem no setor. Com mapeamento e monitoramento de territórios rurais, a Agrotools vem ajudando seguradoras e resseguradoras a minimizar os riscos de suas operações e, assim, gerando uma melhor oferta de produtos com melhor custo.  Isso acontece porque é possível fazer o cruzamento inteligente de dados diversos sobre cada cliente, permitindo mais precisão e abrangência na análise de risco, garantido pela digitalização e conexão entre o território agrícola e o mercado corporativo de seguros. Seguradoras e resseguradoras parceiras da Agrotools relatam enxergar melhor os riscos reais do negócio e, assim, podem oferecer produtos melhores aos seus clientes, além de ter maior eficácia nas operações de análise de dados

Os setores de crédito e seguro sofrem com a obtenção de informações e dados, seja da propriedade agrícola ou do produtor. A consequência é o encarecimento destas operações pelo aumento dos riscos, dado o nível de insegurança jurídica e operacional. Com custos elevados e, consequentemente, redução da demanda de crédito e seguro agrícola. Desta forma, a tecnologia sempre pode contribuir para precificar as transações, de maneira competitiva, por meio da redução das tarifas operacionais, de transação e de riscos dos agentes. Preços competitivos permitem a expansão dos serviços financeiros e de seguros aos produtores rurais, trazendo estabilidade, inclusão e ainda mais competitividade e ganhos ao agronegócio brasileiro.

Como destacado, os setores que trabalham com agronegócio, estão, de forma geral, extremamente atentos às inovações de mercado, pois entendem que, para um crescimento economicamente sustentável, a utilização de tecnologia é algo fundamental. Nesse cenário, o seguro rural é um dos setores mais interessados. O tema é tão importante que, uma gigante do setor de resseguros, a Munich Re, realizou entre os dias 10 e 12 de abril o evento Agro Future Lab, no México, em que empresas referência em tecnologias puderam export suas mais recentes inovações e ideias para o futuro. Lucas Tuffi, Diretor Comercial e Marketing, representou a Agrotools nesta importante tarefa.

Mais para explorar